Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Eli ou Ana?


Não é fácil falar da grande responsabilidade que Deus encubiu, aos pais de serem líderes de um lar, e educar seus filhos segundo a vontade de Deus.


É impressionante como o tempo tem fragilizado essa relação entre pais e filhos, o quanto é raro uma relação vicária, Mesmo que seja em uma família cristã.

Com o passar do tempo de uma geração a outra, fica mais difícil conservar os verdadeiros valores de um crente Fiel a Deus, obediência, fidelidade, responsabilidade na obra, empenho em servir, e eu lhe pergunto, o que tem acontecido com as famílias que Deus escolheu para servi-lo? Será que só os pais, ou só os adultos foram chamados para servir? E os jovens não?Os filhos não? Porque infelizmente já não encontramos nenhum “Samuel” nos dias de hoje, será que o jovem tem que passar toda a sua juventude buscando coisas seculares e só, em uma fase da sua vida se “importar” com o chamado de Deus?

Uma interrogação muito importante é; você ama verdadeiramente seu filho, e tem o ensinado o que Deus quer, mesmo que traga para ele uma insatisfação momentânea da carne, por ele ser jovem, mas que você sabe que é o que Deus quer par ele? Ou você faz tudo quanto seu filho quer só para que ele tenha uma “felicidade” momentânea, alimentando os desejos da carne e as vaidades desse mundo, mesmo sabendo que Deus vai punir você e seu filho futuramente? Edificando assim um crente sem alicerce? Não se esqueça quem faz a ovelha é a ovelha, o pastor só dirige o rebanho.

Vejamos o que nos diz a palavra do nosso Soberano Deus a respeito da responsabilidade dos pais para com os filhos, segundo a vontade de Deus.

Em 1 Samuel 2:27 podemos ler a respeito de um homem cujo nome era Eli, ele era da linhagem de Arão, e tinha dois filhos desobedientes, que andavam profanando os mandamentos de Deus, Hofni e Fineias, Eli os repreendia, porém eles não davam muito olvidos ao pai, más chegou a um ponto que Deus decidiu chamar a atenção de Eli, pela sobrevivência de seus filhos, deus iria punir toda a família, toda a descendência de Eli, de modo que nenhum chegaria a velhice, todos morreriam no vigor da vida, Deus declarou que os seu dois filhos morreriam em um só dia, e foi o que aconteceu, quando Eli recebeu a noticia, também morreu. E no mesmo tempo nos bastidores dessa historia crescia um jovem cujo nome era Samuel, filho de Ana, que o dedicara aos serviços de Deus. Ana ofertou Samuel ao Senhor desde o tempo que a desmamou, ou seja, ainda Criança, e Samuel foi um home muito abençoado por Deus. Agora eu lhe pergunto, pai e mãe, você tem sido Eli ou Ana? Consagre também seu filho aos serviços de Deus. Nunca e cedo para se dedicar a Deus.