Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

O Amor que vem de Deus


Dissertar sobre um assunto como “O amor que vem de Deus”, é algo que nos desafia a mergulhar esse amor, para compreendermos melhor esse sentimento temos de nos envolvermos mais nessa jornada tanto desafiadora, quanto transformadora.
“O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura seus interesses, não se exaspera, não se recente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
Nos versos 4 a 7 do capitulo 13 da primeira epistola de Paulo aos coríntios, podemos notar 15 características que evidenciam ou qualificam o Amor como vindo de Deus.
Quem ama com o amor de Deus é paciente; Não tem pressa, quem ama verdadeiramente, quer conhecer melhor seu companheiro (a) e aprende a aceitá-lo (a) come é. Não estou falando que os cônjuges concordam em tudo, quando provam do amor de que vem de Deus, mas sim que se aceitam e buscam em Cristo o melhor um do outro.
Quem ama com o amor de Deus é bondoso; Durante o namoro, são constantes os gestos de bondade um para com o outro, porém a bondade bíblica contida no amor que vem de Deus é expressa e provada durante anos de convívio, provas e batalhas, que ambos enfrentarão juntos.
Quem ama com o amor de Deus não é ciumento; Quem ama verdadeiramente confia no cônjuge dá liberdade para que ele tenha suas atividades e amizades próprias.
Quem ama com o amor de Deus não é egoísta; È comum que os jovens procurem no (a) namorado (a) alguém que supra suas próprias necessidades ou expectativas. Mas o verdadeiro amor que não tem nada de egoísta, procura doar-se e não satisfazer suas próprias vontades. No amor verdadeiro a preocupação está em doar-se, algo que se você e seu parceiro buscarem em Deus encontrarão mutuamente um sentimento maravilhoso, tanto um para com o outro, quanto os dois para com Deus.
A decisão sobre com quem vai casar ou quem namorar é muito importante. E, acredite, Deus está muito mais preocupado do que você. Por isso, entregue o seu casamento ou namoro nas mãos de Deus e busque as orientações que Ele nos dá na Bíblia. Um relacionamento firmado no Senhor e no amor que vem Dele é abençoado para durar “até que a morte os separe”.