Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar neste blog

terça-feira, 20 de julho de 2010

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Vivemos na época do marketing. Os produtos são apresentados de forma a agradar à vista dos possíveis compradores. Significa dizer que nós, seres humanos, nos deixamos seduzir pelo que vemos e muitas vezes nos arrependemos pelas opções que fazemos.
 
Vejamos o que a Bíblia fala a respeito disso:"E sucedeu que, entrando eles, viu a Eliabe, e disse: Certamente está perante o Senhor o seu ungido. Mas o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque eu o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração." (1 Samuel 16.6-7)

Quando alguém deseja namorar traça um padrão de beleza. Busca alguém que agrade os seus olhos. Não se procura saber o que vai no interior da pessoa. Olha-se para a beleza exterior. Há um padrão pré-estabelecido.

O nosso texto fala justamente sobre este aspecto. Mostra como nos deixamos seduzir pela beleza exterior e por isso, muitas vezes nos envolvemos em confusões. Para evitar este tipo de situação, precisamos nos envolver com as pessoas. Devemos criar o hábito de relações francas e abertas. Relações que vão muito além da superficialidade.

O texto de hoje mostra que não podemos selecionar as pessoas pelo simples facto delas serem bonitas e agradarem os nossos olhos. Há muita gente que deseja estar perto dos considerados "bonitos", para poder sobressair também. Há pessoas que desejam se relacionar apenas com pessoas que estão em evidência, mesmo que seja uma relacionamento superficial e banal. Há pessoas que desejamos estar ao seu lado, mas na realidade elas não tem nada para nos acrescentar. Elas interiormente são estéreis.

Aprendemos com este texto que devemos escolher as pessoas pelo seu caráter e não pela sua beleza. Infelizmente, nossas escolhas são condicionadas. Não podemos desejar ser amigo de alguém porque é conhecido de todos. Devemos desejar uma amizade porque sabemos que a pessoa tem caráter. É alguém que vai nos acrescer algo na vida. É uma pessoa que tem uma história de vida para contar. É uma pessoa que se abre e para nos escutar.

Em uma sociedade de relacionamentos fugazes, é preciso ter coragem para aprofundar os relacionamentos para poder vir a ter uma verdadeira amizade. Não se cria uma amizade com relacionamentos superficiais. Amizades são criadas quando há profundidade.

Não deseje ter um relacionamento com alguém por causa de um palmo de rosto bonito. Saiba que mais vale uma amizade com alguém de rosto "feio", mas com beleza interior do que um relacionamento com alguém bonito, mas que vive na superficialidade e não acrescenta nada à sua vida.

Não aceite relações superficiais. Exija profundidade e qualidade,com muita responsabilidade.

Vamos orar:
Senhor em uma sociedade imediatista e de consumo, muitas vezes nossas amizades são assim também. Há momentos que nos deixamos seduzir pelo modismo e por uma propaganda que põe alguém em evidência.
Pai o nosso pedido é para que tu nos ajudes a desenvolver relacionamentos profundos. Que não aceitemos viver na superfície. Que olhemos para o coração e nunca para o porte físico ou para a beleza exterior. Ajuda-nos a ter a capacidade de perceber quem são as pessoas com profundidade. Ajuda-nos a elevar a fasquia e nunca diminuir. Ajuda-nos a ser pessoas de qualidade e profundidade. Esta é a nossa oração em nome de Jesus
Amém!

terça-feira, 6 de julho de 2010



















"Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." Romanos 12:1 e 2

Você tem uma escolha a fazer. Ou você é um jovem crente vencedor, da melhor qualidade, ou é um jovem “crente” derrotado e mundano. Jovens mundanos buscam sempre em primeiro lugar sua satisfação pessoal; são salvos, mas são extremamente egoístas. Suas orações giram em torno do que Deus pode fazer por eles, querem usar Deus para os seus propósitos pessoais em vez de serem usados por Deus para os propósitos D'Ele. Os jovens vencedores em contrapartida sabem que foram criados para um propósito, para uma missão. Acordam de manhã na expectativa de Deus poder usá-los naquele dia. São jovens que contagiam as pessoas ao seu redor, com sua fé e confiança em Deus. Que tipo de jovem você quer ser?

Para se tornar um jovem vencedor é preciso mudar a mentalidade e atitudes. E tudo começa mudando a mentalidade egoísta pela mentalidade altruísta. Comece pedindo ao espírito Santo que o ajude a perceber as necessidades das pessoas ao seu redor, principalmente as necessidades espirituais. Faça o que tem que ser feito por elas, seja servo das pessoas como Cristo nos ensinou. Outra coisa, substitua o pensamento imediatista pelo pensamento com perspectiva eterna. Isso vai evitar que dê importância excessiva a questões pequenas e o ajudará a distinguir entre o urgente e o eterno. Não troque sua vida por coisas temporárias, mas invista sua vida em vidas, invista sua vida em cumprir os propósitos de Deus. Por último, pare de pensar em desculpas para não servir a Deus e comece a pensar em formas de cumprir o Seu propósito. Você nasceu para adorar, viver em comunhão, ser semelhante a Jesus, servir as pessoas e exercer o ministério da reconciliação.

Qual dessas desculpas você tem usado nestes dias para não cumprir a vontade de Deus? Jacó era inseguro, José foi maltratado, Moisés gaguejava, Gideão era pobre, Davi teve um monte de problemas familiares, Pedro era explosivo, Zaqueu era indesejado pelas pessoas, Tomé tinha dúvidas, Paulo tinha saúde fraca e Timóteo era tímido. Aí está uma variedade de pessoas cheia de imperfeições e desajustes, mas Deus usou cada um deles para cumprir o Seu propósito.

DO SENHOR PROCEDE NOSSOS FRUTOS